Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

angie's blog

angie's blog

angie's blog

15
Fev11

Um dia atrasado...

Angela

mas não podia deixar de fazer referência ao Dia dos Namorados. Em vez de escrever algo original ou colocar alguma imagem, resolvi copiar o texto que o Alvim escreveu ontem no Jornal o Metro. Gostei muito e resolvi partilhar:

 

" (...) Meu amor, tenho ciúmes desse teu emprego, dessa tua vida, porque ela me tira de ti mais que nenhuma outra coisa. Gostava que desistisses desse teu emprego meu amor mais lindo, para eu desistir também do meu e assumirmos que a nossa profissão é amarmo-nos como se fossemos uma empresa dessas que para aí andam a fechar e a despedir gente. Em vez de pegarmos ao emprego, devíamos pegar ao amor. Numa fase inicial amávamo-nos das 9 às 5. E depois daí, saímos fora do expediente e dedicávamo-nos às horas extraordinárias que desde sempre foram mais lucrativas.

 

Meu amor, são tão extraordinárias as horas que passamos juntos que por vezes penso que deveríamos abandonar as de serviço. Nunca mais das 9 às 5, meu amor. Nunca mais meu amor só meu. Só extraordinárias é que faremos. Meu amor, estivemos tanto tempo juntos desta vez que quero que saibas que todo eu cheiro a ti. O meu quarto cheira a ti. A minha cama, a minha roupa, esta carta, o teu cheiro estáem toda a parte como se fosse um pólen poderoso que anuncia a primavera.

 

Meu amor, nunca mais me saias desta cama, vem para aqui de novo, estávamos tão bem a ouvir rádio, tão quentes aqui dentro, que quando saíste juro que foiigualito a teres aberto uma janela do carro naqueles dias de geada emBragança. Meu amor, não me voltes a sair assim da cama. Esquece lá o emprego, a vida lá fora, o que dizem os jornais, porque nada é mais importante do que este quente da cama, ouvir a vizinha do lado a cantar Roberto Carlos sem que esta nos ouça a rir, os carros a passarem na rua com velocidades de arrepiar um qualquer radar.

 

Meu amor, não me voltes a sair da cama tão depressa, porque um dia destes agarro-me a ti e juro que vou encavalitado em ti até esse maldito emprego,de pijama e tudo, só para teres vergonha e não me voltares a sair desta cama."

 

=)

14
Fev08

love love love

Angela

Hoje é provavelmente o dia em que mais se vê casais apaixonados a trocar juras de amor eterno, lembranças e a passearem felizes. Se se fizessem estatísticas hoje secalhar é o dia onde há o inicio de mais namoros!

 

Sempre me fez um bocado de confusão ver estas cenas neste dia, talvez pelo facto de não ter com quem viver momentos assim lamechas e tal, mas também porque era estranho ver casais muito felizes neste dia e com grandes manifestações de carinho como se tivessem deixado de ter os problemas que se mantinham nos outros dias todos.

 

Além disto, há também a questão do consumismo e das inúmeras coisas que se podem oferecer: há para todos os gostos, todas as idades, todas as bolsas. É olhar para as montras das lojas e suspirar "ai que fofo..oh que bonito..". Tem muito mais sentido oferecer uma coisinha mais modesta, mas igualmente sentida. Afinal, o que conta é a intenção e o sentimento com que se dá e não o que se dá.

 

Este ano a minha perspectiva mudou e apesar de continuar a achar que é tudo muito exagerado neste dia, é claro que queria ter passado o dia com a minha cara metade a dizer coisas fofas, bonitas e lamechas  Mas também.....não é preciso chegar a dia 14 de Fevereiro para o fazer! O que se sente hoje é igual ao que se sentia ontem...é só mais um dia para mostrar o que se sente, independentemente de ser ou não dia dos namorados.

 

Até porque... o dia dos namorados é como o natal: é quando um Homem quiser!!

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Favoritos

Em destaque no SAPO Blogs
pub