Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

angie's blog

angie's blog

angie's blog

08
Mar18

Mulher ao volante

Angela

E fazem hoje 6 anos que tirei a carta

Nunca quis tirar antes, pois não tinha carro e sempre considerei que não iria tirar a carta e não ter o que conduzir. E em 2012 resolvi tirar. Tínhamos o nosso carrinho e parecia uma possibilidade utiliza-lo. 

 

Só que isso não aconteceu. Depois de tirar a carta, devo ter conduzido umas 3 vezes no máximo. É difícil explicar o que sentia: um grande nervosismo, insegurança e medo. Já sentia isto nas aulas de condução, mas pensei que fosse passando (devo ser das poucas pessoas que adorou as aulas de código e gostei menos das de condução). E o tempo foi passado e eu sem conduzir.

 

No inicio do ano de 2016, a minha resolução, daquelas resoluções que se fazem e nunca se cumprem, era voltar a conduzir. E o ano ia passando e nada...

 

Quando mudei de emprego para um local mais longe e quando o P. quis comprar outro carro para ele, ficava a questão: ou eu começava a conduzir, ou vendíamos este carro. Aí não ia haver hipótese.

 

E foi assim. Comecei aos domingos, num parque de estacionamento aqui ao pé de casa. Muito a medo, até rodar a chave era confuso! Depois comecei a ir até ao sítio do meu trabalho aos domingos, fazendo o caminho que teria de fazer. 

 

Em Dezembro de 2016 cumpri a minha resolução: comecei a conduzir!

 

Ia sempre com receio, ia com o rádio desligado para "perceber" os sons do carro. Mas a coisa foi correndo bem e hoje em dia já levo o carro tranquilamente, vou ao trabalho, ao supermercado, onde quero. Claro que ainda me faz confusão muita coisa, mas é realmente como dizem: só se aprende conduzindo e só assim se ganha estaleca e perde o medo.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Favoritos