Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

angie's blog

angie's blog

angie's blog

29
Mai18

Insegurança crónica

Angela

Desde sempre me lembro de ser insegura. Era insegura na escola, com receio de falar em frente à turma; era insegura com os rapazes; na universidade senti-me insegura em relação à escolha que tinha feito. Quando comecei a trabalhar percebi que tanta insegurança se mantinha, mas sempre consegui desenrascar-me. Ou seja, eu sei as coisas, consigo fazê-las e as pessoas acreditam no meu trabalho, mas eu sou muito insegura em relação a mim, às minhas capacidades, se consigo ou não dar tudo, e se o que faço ficou bem feito.

 

E esta sensação é horrível. Porque há momentos e coisas em que me sinto seguríssima e super à vontade, mas de vez em quando bate uma insegurança que tudo treme.

 

Enfim, e agora continuo a sentir-me assim. Quando as coisas fogem um bocadinho do normal e do meu controlo, as pernas tremem e o coração bate forte e não consigo dormir à noite. Já passei noites e noites a pensar em coisas relacionadas com o trabalho principalmente.

 

E esta incapacidade de deixar o trabalho no trabalho e desligar o botão quando vou para casa, acho que está directamente ligada a esta insegurança crónica. O P. diz-me que sou parva, que tenho de me abstrair das coisas e não pensar. Mas não consigo. Fico com borboletas na barriga e de noite então farto-me de trabalhar só a pensar nas coisas do escritório.

 

Mas como deixar de fazer isto? Há alguma receita? É que se houver, preciso de saber qual é!

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Favoritos