Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

angie's blog

angie's blog

angie's blog

02
Abr17

Lisboa-Porto - 2 de Abril

Angela

Aproveitando um evento da empresa em Lisboa, fiquei a passar o fim-de-semana com os meus queridos pais. Sabe sempre bem estar lá, ser mimada como sempre. O regresso acaba sempre por custar, e apesar de já ser mulher feita, para eles sou sempre a menina.

Quando lá vou viajo sempre de comboio. Apesar de ser mais caro do que indo de expresso é sem dúvida mais confortável e consegue ser sempre mais pontual. Os bilhetes compro sempre antes de ir pois não quero correr o risco de não ter bilhete.

Sabendo então que ia, comprei o meu bilhete de regresso para o Alfa das 16h, com hora de chegada ao Porto às 18:44h. Até aqui nada de novo.

Ontem, porém, deu a notícia de que tinha havido um descarrilamento na linha do Norte e que a circulação estava interrompida. Sem previsão de retoma. Ontem à noite ainda disse à minha mãe que eles iam conseguir resolver isto de noite, provavelmente colocando só uma via a funcionar, apesar do comboio que descarrilou ser de cimento.

Hoje de manhã, contudo, as notícias eram as mesmas: linha interrompida, era necessário fazer um transbordo de autocarro. Liguei para a linha da CP para confirmar se o comboio ia sair à hora e não havia supressão de comboios, ao que a menina que me atendeu disse que o acidente tinha sido numa linha secundária e o caminho do Alfa ia ser tranquilo, só com um ligeiro atraso. Fiquei bem mais descansada.

Mas não era verdade. Quando o revisor chegou confirmou aos passageiros que em Coimbra íamos sair, apanhar um autocarro que nos levava até Pampilhosa e aí voltávamos a entrar num Alfa rumo ao destino. Tempo de atraso previsto: 50 minutos.

E assim foi. Transbordo em Coimbra, vai com mala para autocarro, chegada à outra estação, toca de andar para ir para o lugar novamente. E aqui vamos nós rumo ao Porto. Tempo de atraso real: 1h30.

Isto tudo causa bastante transtorno. Claro que a CP nada pode fazer a mais, a linha está cortada e esta foi a solução encontrada, com mais ou menos coordenação (as pessoas que iam no Alfa para Braga ainda tinham de trocar novamente no Porto), com atrasos, mas chegámos todos ao destino, apesar de me sentir super cansada. Parecia que tinha vindo metade do caminho a pé!

Nunca me tinha acontecido isto nas viagens que tenho feito de comboio. Já perdi o comboio por atraso meu, já se atrasou porque alguém resolveu mandar-se para a linha e já cheguei mais de duas horas atrasada ao Porto quando houve incêndios que cortaram a linha de comboio. Mas isto foi a primeira vez. E espero que última!

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.